Podar a magnólia

Magnólia e Glicínia
Ao contrário do que se possa habitualmente pensar, muitas árvores devem ser podadas no Verão. A Magnólia é uma delas. Ainda é um pouco cedo, mas tenho de aproveitar quando posso. A poda resume-se a corrigir a forma, arejar ligeiramente e retirar ramos mortos ou doentes. Também tem como objectivo poder passar por baixo da árvore e controlar o crescimento de um exemplar que me parece ser demasiado grande para o local — mas como tenho dito, nos hortos por cá nunca se sabe muito bem o que se está a comprar.

Ramos de Magnólia
E pronto. De seguida triturei estes ramos todos que utilizei como cobertura do solo num dos canteiros (isto tudo só deu para um).
Utilizei as seguintes ferramentas, essenciais para um bom trabalho: Tesoura de poda grande Stihl, serra manual Stihl (com lâmina curva japonesa) e um podador em altura Fiskars.

Magnólia depois de podada
Demorei mais tempo do que contava porque esta árvore (que por acaso fui eu que plantei há uns dez anos nesta casa que era da minha avó) foi genialmente podada há cerca de três anos — cortaram-lhe a copa.
Isso provocou um crescimento de vários ramos onde antes havia apenas um forte. Tenho vindo a corrigir isso, mas esses ramos têm a tendência de crescer entrelaçados (em espiral) e não saem mesmo depois de cortados.
Tive de ir buscar uma escada maior e cortar esses ramos em bocados realmente pequenos para irem caindo sem arruinar mais nada. A boa notícia é que acabei com essas situações. E podem ver pelo antes e depois que não estraguei muito.

Agora que olho para as fotografias, noto que entre Magnólia, Glicínia e uma Camélia (que também plantei há uns dez anos), a casa praticamente não se vê. Para mim isso tem várias vantagens. Primeiro, a sombra torna a casa mais fresca no Verão e como a Magnólia é de folha caduca, deixa passar a luz no Inverno. Segundo, dá privacidade.
Entendo que muita gente prefira mostrar orgulhosa, a bela arquitectura dos lares, muita da qual estilo rupestre. Mas eu, estou convencido que umas árvores plantadas nos sítios certos, embelezavam muito este país.

7 Responses to “Podar a magnólia”

  1. armanda

    gostava de saber como triturou os ramos. Eu faço muita poda e por conseguinte muito lixo. Seria optimo não ter de fazer fogueira, ou deixar num monte.

  2. Leonardo

    Bom dia. Estava a pensar plantar uma Magnolia no sítio onde está actualmente uma arvore da borracha. É no Alentejo. Será que há outra arvore mais adequada a este clima? O que pretendo é ter uma árvore que dê sombra no Verão e de preferencia que seja agradável à vista e ao cheiro.
    Obrigado

  3. José Rui

    Não sei dizer ao certo se a Magnólia se dará bem no Alentejo. Suponho que com água quanto baste, não terá problema. Pessoalmente gosto muito de Magnólias — mas há várias. Eu para o meu novo jardim já tenho Uma Magnolia stellata ‘Royal star’, uma Magnolia wilsonii e uma Magnolia Sieiboldii. São todas relativamente pequenas, sendo a Stellata a mais pequena de todas as magnólias. Bonitas são, mas não têm fragância que se note sem cheirar as flores.

  4. teresa dinis

    Olá Boa Tarde

    Sou Teresa e já faz uns bons anos que plantei (talvez 6 ou 7 anos) uma magnólia de folha persistente no meu jardim. Está grande mas nunca deu flor. É normal?

  5. José Rui

    Sim, pelo que estive a ler, a Magnolia grandiflora raramente floresce antes dos 12 anos. É por estas e por outras que não entendo o abate de árvores adultas que tanto tempo demoram a crescer e desenvolver-se. A minha opinião é que deve esperar, mas note que é uma árvore que precisa de espaço e ensombra imenso.

Deixe uma resposta

Mantenha-se no tópico, seja simpático e escreva em português correcto. É permitido algum HTML básico. O seu e-mail não será publicado.

Subscreva este feed de comentários via RSS

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.