O que fazer agora no jardim +

Comecei um diário de jardim
Já eu, sou uma nulidade a manter-me incansável para certas rotinas, aliás agora que falamos nisso, este blogue não era suposto ser um diário de jardim? Já nem me lembro, mas está o caos. My Tiny Plot.

Galinheiro, estufa, barraco de ferramentas e galeria de arte
É na Holanda. Eu até podia lá viver (no castelo, não no galinheiro).

Ervas
No Trumbuctu. A minha organização de semente anda a meio.

Detectado um sinal do início dos tempos
Wired.

Vencedores do concurso de fotografia da Sony
24 grandes imagens. Atlantic InFocus.

Índices de bem estar social
O nosso país lá vai descendo paulatinamente nestas tabelas todas. O povo é sereno, mas pelo menos em “confiança no governo” estamos correctamente no fundo da tabela. The Atlantic.

Onde posicionar uma estufa
Gardener’s World.

O que fazer agora no jardim
Gardener’s World.

3 Responses to “O que fazer agora no jardim +”

  1. Paula

    Eu até no jardim ficava, acampada :). E no castelo? Muito mais! Não sou muito conservadora mas jogar com este tipo de formas arquitectónicas, + animais + ferramentas … hum, há qualquer coisa que não liga. Tudo demasiado asséptico e contrário à vida (pelo menos pelas imagens). E ver as galinhas naquele triângulo minúsculo, coitadas! O meu galo até já dá pelo nome :) e ambos são uma ajuda preciosa na horta, livres como estão.

    A tua organização de semente está a meio? A minha nem começou!! Todos os anos penso que é desta mas lá volto eu ao mesmo. Vou buscar as sementes para as organizar, mas depois vejo um canteiro e penso: aqui pode ser a mostarda; e logo pego na mostarda e semeio, sem etiqueta … Um dia, uma dia talvez interiorize o processo :)

    Boas sementeiras e cuidado com o Pixy :)

  2. José Rui

    Olá Paula… a galeria, enfim, é uma chico-esperteza para ter o projecto aprovado. Faz-me lembrar uma história do Pato Donald que li há décadas em que o pobre Donald comprou uma chácara com lindas mangueiras e sei lá que mais e lá estavam realmente os pedaços de mangueira (de regar). As galinhas por acaso fiquei a pensar que aquilo não será o local permanente, acho que é por não estarem na segunda foto. Mas eu habitualmente gosto do minimalista — acho que é o que chamas asséptico :D .
    Eu disse a meio… quer dizer… não sei se é bem a meio. O último filme foi caírem três pequenos tabuleiros de sementes de 2013 e misturarem-se todas.
    Quanto ao Pixel (Pixy nem é mau) e Sparky, de mal a pior. Mas eu ando com paciência :) .

  3. Paula

    Pixel, é isso! … não fui ver as publicações anteriores :)

    Ah, então eu tive mais sorte, as sementes de mostarda ficaram ao sol e à chuva, ‘esquecidas’, à espera de irem para a terra, e o mais que ‘andaram’ foi para dentro de casa dias mais tarde :)) Mas também já me aconteceu, tudo misturado!!

    Minimalista também gosto. Quando disse asséptico foi por achar que as actividades do campo não casam com um ambiente assim. Embora no campo também se possa viver duma forma minimalista. Provavelmente o que sinto nas imagens é ausência de vida, embora a tenham colocado lá. Já não tenho paciência para essa chico-esperteza de fazer parecer o que não é.

    As sementes misturadas podem dar um jardim comestível surpresa :)

Leave a Reply

Basic HTML is allowed. Your email address will not be published.

Subscribe to this comment feed via RSS